quarta-feira, 7 de julho de 2010

Azul

O céu lavado de branco amanheceu azul, de um azul alegria sem igual.
Hoje crianças riem e brincam, pessoas conversam, nas ruas que estavam cheias de fantasmas sem rosto e sem voz.
A casa é refúgio, não mais asilo de medo e solidão.
A noite é doce, serena, suave.
Todo mal converteu-se em amor.
Todas as cores voltaram.

Inspirada na música Black - Pearl Jam, só que do avesso.

2 comentários:

Luka disse...

engraçado como me lembrou o Otto na verdade

Neusa disse...

E foi? Qual foi?